O Kinect pode mesmo detectar fantasmas?

Postado por administrador Em outubro - 31 - 2014DEIXE UM COMENTÁRIO

Aproveitando o Halloween, vamos entrar em um assunto “sombrio”. Você já ouviu falar sobre o Kinect sendo usado para caçar fantasmas? Pois é, um programa americano chamado Ghost Adventures já usou o aparelho para detectar os espectros. Na verdade, desde que o Kinect foi lançado em 2010, muitas pessoas postaram vídeos no YouTube sobre fantasmas sendo detectados por seus consoles. Existem dezenas de vídeos que mostram não só o sistema reconhecendo alguém que não está lá, como alguns desses “fantasmas” usando o controle em movimento para operar o videogame. Em sua segunda versão, o  Kinect ganhou alguns upgrades. Ele é capaz de reconhecer uma pessoa que está entrando em seu campo de visão. Também consegue detectar calor corporal, mudanças de expressão facial e até frequência cardíaca. Colocando tudo isso à mesa, vem a pergunta: será que o Kinect conseguiria mesmo detectar um espírito? Alguns paranormais já modificaram o aparelho para tais fins, usando câmeras noturnas que podem verificar os pontos luminosos que o sensor coloca no ambiente e verificar se há mudanças destes pontos de luz sem que não haja ninguém neste espaço.  A constatação foi que às vezes isso acontece. Porém, devemos lembrar que hardwares não são perfeitos, sempre tem um erro ou outro, uma falha de captura, reconhecimento errado. Diversas explicações podem ser dadas para essas supostas aparições. Já aconteceu com você? Participe da discussão! Será que o Kinect é tão sensível que pode atravessar até mesmo o véu entre esse mundo e o outro? Muitos detetives paranormais acreditam que sim e até o usam como ferramenta de trabalho.

 

Parece que nem no futuro estaremos livres de zumbis loucos por cérebro no encalço de nossos personagens – ao menos é isso que indica um vídeo de Call of Duty: Advanced Warfare que está correndo a rede. Nele, é possível ver um soldado fazendo tudo que está ao seu alcance para sobreviver aos ataques dos zumbis. A ação ocorre em uma penitenciária, e mostra várias criaturas utilizando exoesqueletos, indicando que a tarefa de sobreviver aqui não será das mais fáceis. Vale mencionar que o vídeo apareceu em vários sites e foi removido deles posteriormente. A sequência que está acima é uma das poucas restantes, mas caso a Activision dê a ele o mesmo destino que os demais, ainda há a possibilidade de ver um pouco dele no GIF que está na sequência. Call of Duty: Advanced Warfare está em desenvolvimento para PlayStation 4, PlayStation 3, Xbox One, Xbox 360 e PC, e estará disponível em 4 de novembro (dia 3 para quem possui a Day Zero Edition).

Evolve – Trailer Kraken [Comentado]

Postado por administrador Em outubro - 31 - 2014DEIXE UM COMENTÁRIO

CoD: Advanced Warfare – Trailer Live-Action

Postado por administrador Em outubro - 31 - 2014DEIXE UM COMENTÁRIO

Estamos a poucos dias de um dos maiores lançamentos do ano, e o hype é grande. Ao menos no que depender de orçamento, elenco e promessas feitas, Call of Duty: Advanced Warfare pode ser um dos grandes títulos deste morno 2014. O novo trailer que você confere acima, em live-action, mostra uma belíssima direção de Peter Berg, numa produção estrelada por Taylor Kitsch e Emily Ratajkowski, que lutam contra uma série de forças inimigas enquanto utilizam os pomposos movimentos do exoesqueleto. Os dois passam por uma jornada através de Lagos em 2059. “A cada ano, o lançamento de Call of Duty é mais do que apenas mais um lançamento de um produto, é um evento cultural que atrai milhões de pessoas de todo o mundo. E este ano, a Sledgehammer Games criou um jogo que vai trazer uma experiência totalmente nova para a franquia”, endossou Tim Ellis, CMO da Activision Publishing. “O nosso objetivo é combinar essa abordagem inovadora com uma das mais dinâmicas e amplas campanhas de lançamento que já implantamos”, completou. Ansiedade a mil aqui. Só por Kevin Spacey no papel do vilão Jonathan Irons já vale a aquisição. Call of Duty: Advanced Warfare será lançado para PlayStation 4, Xbox One, PlayStation 3, Xbox 360 e PC no dia 4 de novembro.

Tom-Clancys-the-division-announced-at-E3The Division é um projeto grande, por isso era de se imaginar que talvez o time de desenvolvimento encontrasse alguma dificuldade aqui ou ali. E uma delas foi divulgada em uma notícia publicada no site da revista oficial do Xbox para o Reino Unido: balancear o multiplayer. “Sabe, como nós temos essa transição direta entre PvE e PvP, acho que quebraria a imersão se, de repente, seu inventário mudasse e você tivesse uma arma na mão que desaparecesse do nada. Então, sim, haverá vários balanços. Em contrapartida, caso esteja jogando contra outros jogadores, eles vão ter a mesma oportunidade de se reorganizar para encarar o perigo que você representa”, explicou Frederick Runquist, produtor executivo do jogo. Em outras palavras, isso significa que os jogadores terão a oportunidade de se preparar para entrar em Dark Zone, área do jogo onde vão ocorrer os combates entre os jogadores. Essa região, aliás, não estará lá apenas para abrigar confrontos do gênero. “Não posso falar sobre isso ainda, mas o que tenho condições de antecipar é que teremos várias atividades na área de PvP. É uma das regiões mais ‘barra pesada’ do jogo, um lugar perigoso para vagar. Sendo assim, haverá outras opções além de apenas enfrentar outros jogadores que estão por ali”, comentou o produtor.

Se você já viu alguns trailers do jogo, certamente percebeu que The Division é um jogo que privilegia o dinamismo e a ação. “Ah, e se eu quiser agir sem chamar a atenção de ninguém?”, é a pergunta que alguns possivelmente estão fazendo neste momento. Para Runquist, isso é até possível, mas certamente será um grande desafio. “Acho que você pode fazer isso, mas acredito que todo o design foi obviamente pensado na variedade de ameaças e lutas [que podem acontecer] no jogo. Mas acho que você pode [ser mais sorrateiro] se realmente quiser, agir na surdina e se mover por aí, encontrar itens, investigar pistas e coisas do gênero sem entrar em lutas. Adoraria ver alguém fazendo isso”, concluiu o produtor. The Division está em desenvolvimento para Xbox One, PC e PlayStation 4, e é aguardado para algum dia de 2015.

ubisoftA Ubisoft já adiantou todas as informações sobre a fase Closed Beta de The Crew. Segundo a assessoria do estúdio, os testes serão fechados para o Xbox One e PlayStation 4 entre os dias 6 e 10 de novembro. Todos os que quiserem participar dos testes devem se registrar no site oficial do jogo. Na versão Closed Beta, os jogadores poderão explorar todo o território norte-americano e completar desafios de duas das cinco regiões disponíveis no jogo: o centro-oeste e a costa leste dos Estados Unidos. Os pontos de disputa entre jogadores nessas regiões também poderão ser acessados por aqueles que quiserem competir com os adversários. Já os que quiserem personalizar e refinar suas corridas, terão à disposição duas das cinco classes do jogo, “Street” e “Dirt”. A fase de testes poderá ser acessada por qualquer jogador com uma conta no Xbox Live ou na PlayStation Network, mas algumas funções exigirão cadastro na Xbox Live Gold ou na PlayStation Plus. The Crew será lançado oficialmente no dia 2 de dezembro para PC, PlayStation 4, Xbox One e Xbox 360.

Confira detalhes do Companion App de Advanced Warfare

Postado por administrador Em outubro - 30 - 2014DEIXE UM COMENTÁRIO

Com lançamento programado para o dia 3 de novembro, o Companion App de Call of Duty: Advanced Warfare se prova uma versão aprimorada do que a Activision apresentou em Call of Duty: Ghosts. O aplicativo gratuito tem como objetivo ser a área preferencial através da qual você vai criar e gerenciar seus clãs e participar do sistema “Clan Wars”. Conforme a empresa explica em seu mais recente vídeo, a opção coloca você e seus companheiros para competir contra times com o mesmo número de pessoas e habilidade em pontos de controle específicos de um mapa. Assim como acontece em Ghosts, você deve ganhar partidas no modo multiplayer de forma a capturar e defender um alvo, o que rende pontos de experiência extras e a evolução de seu clã. O sistema de “Clan Wars” mede o desempenho de todos os participantes durante uma determinada quantidade de tempo e dá prêmios àquele que obter uma maior quantidade de pontos durante esse período. Entre as recompensas estão opções exclusivas de personalização, como a Centurion Exo Suit. Entre os recursos adicionais presentes no Companion App está o chat com membros de seu clã e a exibição do perfil de grupos específicos ou de jogadores individuais. O aplicativo tem versões confirmadas para iOS, Android, Windows Phone e Windows 8.1 e deve ser liberado para download a partir do momento em que a edição Day Zero de Advanced Warfare chegar às lojas.

Assassin’s Creed Unity – Co-Op [Bastidores]

Postado por administrador Em outubro - 30 - 2014DEIXE UM COMENTÁRIO

 

A SEGA anunciou hoje que já está disponível o primeiro dos cinco pacotes de conteúdo adicional para Alien: Isolation. Com nome de Corporate Lockdown, o DLC oferece aos jogadores três novos mapas para o Modo Sobrevivente. Cada um destes mapas traz uma nova perspectiva dos eventos a bordo da Estação Sevastopol dias antes da chegada da equipe da companhia Weyland-Yutani. Você controle um novo personagem e tem novos objetivos e um novo modo de jogo. Em Corporate Lockdown, o executivo da Seegson, Ransome, acaba de descobrir que foi abandonado por seus contratantes.  Ciente de que a nave Torrens está a caminho, ele decide escapar da estação e entrar de carona a bordo, levando os dados decodificados da Nostromo com ele. Porém, durante seu plano de fuga ele quer dar fim em algumas pontas soltas. Ao longo dos três novos mapas de desafio Severance, Scorched Earth e Loose Ends, os jogadores vão poder competir uns contra os outros nos placares online, tentando escapar da estação no menor tempo possível, ou mantendo as melhores pontuações nas numerosas missões opcionais e objetivos secretos. O DLC também traz o Gauntlet Mode, uma modalidade onde o desafio é completar os três mapas de ponta a ponta sem morrer. Corporate Lockdown está disponível no Steam, PSN e Xbox Live a partir de hoje, por R$ 15,80. Os próximos pacotes serão: Trauma, Safe Heaven, Lost Contact e The Trigger. Cada um deles apresentará um novo personagem jogável em conjunto de novos mapas, modos de jogo e objetivos. Lembrando que também há o passe de temporada de Alien: Isolation que dará acesso a todos os cinco pacotes do Modo Sobrevivente — que serão lançados até Março de 2015 — com um desconto de 25%.

Bastante aguardado por conta dos gráficos estonteantes e da ambição da desenvolvedora Techland no projeto, Dying Light acaba de cortar duas plataformas da lista de lançamento. O game não será mais vendido para PS3 e Xbox 360, tornando-se exclusivo para PC e nova geração (PS4 e Xbox One). O anúncio foi feito no perfil do jogo no Facebook e explica que uma série de tecnologias empregadas fez com que aparelhos mais datados não suportassem tudo o que era esperado do game — e, como a Techland diz querer proporcionar somente a melhor experiência possível ao jogador, as plataformas foram excluídas. Muita gente já acreditava que isso aconteceria, especialmente após o adiamento do título para o ano que vem. A empresa afirma que foi uma decisão difícil, mas pede compreensão pelo ocorrido. “Muito desse ‘clima de nova geração’ está conectado ao lado tecnológico de Dying Light. Por exemplo, mais de 200 mil objetos podem ser apresentados no game de uma vez. Adicione isso à nossa iluminação baseada em físicas de verdade e você realmente começa a empurrar a geração ao limite”, diz o comunicado. A desenvolvedora explica que, após empregar tudo isso e realizar alguns testes, a conclusão foi de que “consoles velhos simplesmente não conseguiam rodar o jogo e continuarem fiéis à visão central de Dying Light ao mesmo tempo”. Com as expectativas ainda mais elevadas por conta da agora exclusividade, Dying Light será lançado em janeiro de 2015.

ea-logoA Electronic Arts confirmou a data de lançamento de Battlefield Hardline, próximo jogo da franquia de tiro, que está sob desenvolvimento da Visceral Games. Nos Estados Unidos, a data é 17 de março de 2015. A Europa recebe o título dois dias depois. As plataformas permanecem PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One e PC. Originalmente, o jogo sairia neste mês, mas algumas críticas e sugestões vindas de fãs e das empresas responsáveis fizeram com que a data fosse adiada para aprimorar a experiência e jogabilidade. Por outro lado, o atraso fará também com que Hardline permaneça por mais tempo como o título “do momento” na franquia. Isso porque essa informação da nova data praticamente confirma que um Battlefield 5 (ou seja lá que nome o próximo game da franquia terá) chega mesmo só no final de 2016 — a ideia da EA é lançar um grande FPS por ano. Junto com a data, a EA liberou alguns números bem curiosos: no último trimestre (terminando em 30 de setembro), foram 1,9 bilhões de horas gastas com jogatinas em consoles e PC. Além disso, a média mensal de usuários ativos mobile foi de 155 milhões de pessoas, impulsionados especialmente pelos lançamentos de FIFA Ultimate Team 15 e Madden NFL Mobile.

Forza Horizon 2 – Ferrari LaFerrari [Gameplay]

Postado por administrador Em outubro - 29 - 2014DEIXE UM COMENTÁRIO

Final Fantasy Type-0 HD – Trailer [Enter the Fray/PS4]

Postado por administrador Em outubro - 29 - 2014DEIXE UM COMENTÁRIO
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 ... 222 »